Aneurismas Cerebrais

   O médico indicará a intervenção cirúrgica, a qual levará em conta o tamanho do aneurisma e as condições clínicas do paciente, afinal, o risco da cirurgia deve ser menor do que o oferecido pela história natural da evolução da doença.

 

   Alguns tipos de aneurismas vão melhor com tratamento neurocirúrgico – clipagem (por exemplo, aneurismas da artéria cerebral média); outros vão melhor com terapia endovascular – stents ou embolização (por exemplo, aneurismas fusiformes da carótida e aneurismas do topo da artéria basilar).

 

Cirurgia neurológica: Clipagem do aneurisma com microcirurgia intracraniana:

   Este procedimento é realizado através de craniotomia, ou seja, uma abertura no crânio,com a visualização do aneurisma  através do  afastamento das estruturas  cerebrais até a visualização do aneurisma.O objetivo da cirurgia é clipar(fechar) o aneurisma em sua porção mais estreita, entre o vaso normal e o aneurisma, utilizando-se um clipe de titâneo, excluindo-se desta forma a passagem de sangue para o interior do saco aneurismático.O procedimento é realizado com anestesia geral, dura cerca de 4 horas e, atualmente, é considerado bastante seguro e eficaz.

Cirurgia via embolização

   A embolização é um procedimento que acessa a área do aneurisma, por dentro dos vasos sanguíneos.Os médicos usam a tecnologia radioscopia, para visualizar o interior dos vasos sanguíneos.O tratamento de embolização dos aneurismas cerebrais começa com a inserção de um cateter (pequeno tubo plástico) na artéria femoral na perna do paciente e navegação dele pelos vasos sanguíneos do pescoço até o aneurisma. Pequenas molas ou espirais de platina são inseridas pelo cateter e desdobrados no aneurisma, bloqueando fluxo de sangue para o interior do aneurisma e prevenindo sua ruptura.

  • Facebook Social Icon
  • whatsapp-512
  • Instagram ícone social

Cirurgias: Hérnia de disco, Estenose, Fratura Vertebral, AVC, Aneurisma, Hipófise, Neurocirurgia Funcional, Espondilólise e Espondilolistese, 

Síndrome do Túnel do Carpo, Dor crônica

© Clínica Regenera. Criado por

logo_spine.gif