x

Posso ajudar?

Posso ajudar?

Tratamento Cirúrgico Craniossinostose

   O tratamento é cirúrgico e, nos casos não-sindrômicos, corrige apenas a parte óssea do crânio. “A operação é eficiente e, quase sempre, curativa. Raramente temos que reoperar”, garante o neurocirurgião. Craniossinostoses sindrômicas geralmente vêm associadas a uma alteração na face, que também é resolvida durante a intervenção.

   O procedimento deve ser realizado entre 6 meses e 1 ano de vida da criança, mas a idade pode variar de acordo com a condição clínica de cada um. “Algumas vezes, orientamos a fazer bem precocemente, com 4 meses. Em contrapartida, há casos que operamos com 2 anos, por causa do peso ou demora de diagnóstico. O ideal é que o paciente tenha, no mínimo, oito quilos”, explica Malheiros.

  A cirurgia deve ser feita em centros de referência, com experiência na área. “A equipe médica tem de ser preparada, com anestesista habituado a trabalhar com criança e o hospital deve ter UTI pediátrica”, alerta. O tempo da operação depende do quadro da criança e pode durar de duas a seis horas. O pós-operatório tende a ser tranquilo, com poucas intercorrências. Mas o primeiro ano subsequente requer um acompanhamento rigoroso da criança. Depois desse período, as consultas passam a ser anuais, com alta a partir dos 7 anos de idade.

  • Facebook Social Icon
  • Instagram ícone social

Cirurgias: Hérnia de disco, Estenose, Fratura Vertebral, AVC, Aneurisma, Hipófise, Neurocirurgia Funcional, Espondilólise e Espondilolistese, 

Síndrome do Túnel do Carpo, Dor crônica

© Clínica Regenera. Criado por

logo_spine.gif