Tratamento cirúrgico da lesão de nervos periféricos

     A reconstrução do nervo é feita por microcirurgia. Ela pode ser realizada com a utilização de um microscópio ou com lupas para ampliar a imagem da área a ser trabalhada.

     Alguns fatores devem ser levados em consideração para escolha da técnica a ser realizada: Mecanismo do trauma; Grau de comprometimento da função; Há várias técnicas de reparo microcirúrgico, seja por sutura nervosa entre as extremidades dos nervos lesionados, com utilização de enxerto nervoso ou interposição de tubos condutores,que podem ser biológicos( artérias, veias, músculos,sua principal desvantagem é a morbidade relacionada à retirada destes elementos da área a ser extraída) e tubos condutores não biológicos,os quais são biodegradáveis e duram em média o tempo necessário para regeneração neuronal .

     Um recurso imprescindível é a utilização da monitorização neurofisiológica trans-operatória, auxiliando na tomada de decisão ao determinar o potencial de ação do nervo, demonstrando a sua viabilidade e potencial de recuperação espontânea. Os resultados da cirurgia dependem do nervo lesionado assim como a idade do paciente.Geralmente, começam a ser percebidos seis meses após a cirurgia,porém, em muitos casos, não restabelecem totalmente a função acometida,o fator limitante principal é o tempo decorrido entre a lesão e a cirurgia devido aos efeitos da desnervação sobre os órgãos-alvos.

  • Facebook Social Icon
  • whatsapp-512
  • Instagram ícone social

Cirurgias: Hérnia de disco, Estenose, Fratura Vertebral, AVC, Aneurisma, Hipófise, Neurocirurgia Funcional, Espondilólise e Espondilolistese, 

Síndrome do Túnel do Carpo, Dor crônica

© Clínica Regenera. Criado por

logo_spine.gif