x

Posso ajudar?

Posso ajudar?

 

Tratamento cirúrgico da neuralgia do trigêmeo

     Existem algumas modalidades para esse tratamento que são: cirurgia de descompressão microvascular; procedimentos ablativos que incluem: rizotomia com radiofrequência (termocoagulação), compressão mecânica com balão e ablação com glicerol; radiocirurgia e bloqueio periférico.

 

     A técnica mais utilizada consiste em introduzir um cateter em cuja extremidade existe um balãozinho que é insuflado e distendido por 50 segundos em média exatamente no gânglio que dá origem ao nervo trigêmeo (imagem 7). Feito isso, ele é esvaziado e retirado.

 

     A compressão feita em cima do gânglio interrompe a circulação por 50 segundos. Essa falta de circulação, como que imobiliza ou neutraliza a área que perdeu a bainha de mielina e faz desaparecer a dor em choque.

 

     A técnica mais utilizada consiste em introduzir um cateter em cuja extremidade existe um balãozinho que é insuflado e distendido por 50 segundos em média exatamente no gânglio que dá origem ao nervo trigêmeo. Feito isso, ele é esvaziado e retirado.

 

     A compressão feita em cima do gânglio interrompe a circulação por 50 segundos. Essa falta de circulação, como que imobiliza ou neutraliza a área que perdeu a bainha de mielina e faz desaparecer a dor em choque.

 

      As opções cirúrgicas são sempre invasivas, com risco intrínseco a cada procedimento e podem ter taxas de sucesso variáveis. Alguns pacientes melhoram logo após o tratamento e alguns outros voltam a queixar-se com o passar do tempo.