x

Posso ajudar?

Posso ajudar?

Dor na coluna

January 2, 2018

 

Você sabe a origem da sua dor? A maior parte das pessoas acredita que dores nas costas e dores na coluna são a mesma coisa, não existindo nenhuma diferença entre ambas.

Dores na região lombar são, cada vez mais, frequentes e afetam não somente pessoas com idade mais avançada. O público mais jovem (incluindo crianças e adolescentes) também manifesta queixas recorrentes nos consultórios médicos. Mas nem toda dor nesta região implica a existência de um problema mais grave.

 

A dor nas costas, geralmente, está associada a fatores musculares ou problemas em algum órgão do corpo. No primeiro caso, tensões ou lesões musculares podem ser responsáveis pelo início da dor, sendo ocasionadas por trabalhos repetitivos ou que exijam um esforço físico muito intenso. Nestes casos, a dor nas costas sinaliza uma sobrecarga que compromete a região.

 

Doenças em outras áreas do corpo também podem comprometer a região das costas. Um exemplo é a osteoporose que consiste na redução de densidade da massa óssea e que atinge mais comumente as mulheres. Essa doença metabólica pode causar dores frequentes nas costas. No caso das doenças renais, a maioria não causa dores lombares, mas o surgimento de pedras em um dos rins ou nas vias urinárias, assim como alguns casos de infecção urinária, pode acabar resultando em intensa dor na região com a irradiação, inclusive, para a virilha.

 

Os sintomas podem envolver espasmos, sensação de cansaço, fadiga, reações dolorosas que podem incomodar – ou até atrapalhar algumas atividades – ao longo do dia, dentre outros.

 

Já a dor na coluna está relacionada a problemas ósseos: alterações degenerativas nos discos intervertebrais ou articulações; escorregamento de vértebras; desvios dos eixos normais da coluna; acometimento da coluna por patologias como hérnia de disco, artrose, estenose do canal vertebral, osteofitose, dentre outras doenças.

 

Os sintomas são ainda mais fortes: a dor pode irradiar para outras áreas do corpo, como pernas, braços, nádegas, etc. Em alguns casos, a dor na coluna pode ser considerada incapacitante, reduzindo significativamente a qualidade de vida do indivíduo. Também é comum a perda de sensibilidade e uma sensação de queimação/formigamento na região (que também pode irradiar).

 

Fonte: www.itcvertebral.com.br

 

Please reload

Posts em destaque

Tratamento cirúrgico da dor crônica

October 2, 2018

1/10
Please reload

Recent Posts
Please reload

Arquivo
Pesquisar por tags
Please reload